Perguntas Mais Frequentes

Bem vindo ao FAQ do FlightGear. Aqui você achará as respostas a algumas perguntas que são freqüentemente feitas em nossas listas de email. Se você tiver alguma pergunta que não foi respondida aqui, sinta-se livre para nos perguntar em nossas listas de email. Desfrute.


Tabela de Conteúdos

1 – O FAQ

 

2 – Distribuição

 

3 – Compilando

 

4 – Configurando

 

5 – Executando

 

6 – Voando

7 – Hackeando

 

 

 


1 – O FAQ


1.1 – Como eu posso ter a versão mais recente deste FAQ?


1.2 – Como eu posso contatá-los se tiver comentários sobre este FAQ?

Primeiro contate o autor. Se você não tiver nenhuma resposta, envie seus comentários à lista de emails FlightGear-Usuários.


1.3 – Quão antigo é este documento?

Veja a seção Sobre Este Documento no fim deste FAQ.


1.4 – Que outras documentações importantes eu devo ler?


2 – Distribuição


2.1 – Onde eu posso adquirir o FlightGear?

A página oficial de download é http://www.br.flightgearbr.org/downloads/.
Código Fonte é nossa forma primária de distribuição, mas binários pré-compilados estão disponíveis para Windows e SGI IRIX.

Alternativamente, O FlightGear é empacotado para Linux pelas distribuições SuSE, Debian
(sid), e Mandrake (Cooker) e pode ser instalado diretamente nelas.


2.2 – Qual a senha para o servidor FTP?

Os servidores FTP utilizam procedimentos de login com senhas padrão anônimas. Logue com o nome de usuário “anônimo” e use seu endereço de email como senha. A maioria dos clientes FTP e navegadores web vão fazer isto automaticamente para você.


2.3 – Por que o servidor FTP não me permite entrar mesmo com a informação de login correta?

Isto geralmente significa que o servidor atingiu a capacidade. Você deveria receber uma mensagem avisando isso, mas alguns clientes FTP podem esconder isso de você. As opções são continuar tentanto até conseguir até abrir um espaço ou tentar conectar em um de nossos espelhos FTP.


2.4 – Onde eu posso encontrar o último código fonte em desenvolvimento?

O mais recente código em desenvolvimento está disponível para todos em nosso repositório CVS. Veja http://br.flightgear.org/downloads/codigo-fonte/ para detalhes.

O último código de desenvolvimento está disponível para todos através do nosso repositório Git.


2.5 – O que é o SimGear, e por que eu preciso disto?

SimGear é uma biblioteca de suporte ao código. O SimGear só é necessário de se você planeja compilar o FlightGear – não é necessário para executar binários pré-compilados. Para mais informação veja http://www.simgear.org/.


2.6 – Onde eu posso voar e onde consigo os cenários?

Enquanto o pacote básico só vem com cenário para a área da Baía de São Francisco, você pode voar atualmente em quase qualquer lugar do mundo. Veja a seção “Cenários Adicionais” em http://br.flightgearbr.org/downloads/cenarios/ para mais informações ou vá diretamente para o nosso downloader gráfico em http://br.flightgearbr.org/downloads/cenarios/cenario-v2-10/.


2.7 – Como eu posso conseguir diferentes modelos 3D para meus aviões?

Aeronaves oficiais do FlightGear podem ser encontradas em http://br.flightgear.org/downloads/avioes-v2-10//. Outras aeronaves em desenvolvimento podem ser encontradas no Git, e alguns outros aviões podem ser encontrados na página wiki Hangares FlightGear.


2.8 – Quão atuais estão os dados no FlightGear comparados ao mundo real?

Nós usamos os mesmos navaid e dados de aeroportos que X-Plane usa. Os dados atuais podem ser encontrados nos diretórios $FGROOT/Navaids/ e $FGROOT/Airports/. Se você tiver atualizações ou correções de dados, veja http://flightgear.org/Docs/AirNav/AptNavFAQ.FlightGear.html
para instruções sobre como contatar o mantedor do banco de dados.


2.9 – Onde está o mapa de movimentação online?

A exibição de um mapa da movimentação de pilotos online é disponibilizada sob um projeto separado chamado Atlas. Além disso, MPmap é um mapa on-line para vários jogadores.

Se você gosta de uma alternativa ao Atlas com gráficos atualizados e mapeamento fornecido pelo projeto OpenStreetMap, então confira fgmapping Mapping Flightgear ou JMapView.


2.10 – Por que vocês não cobram dinheiro por isto?

O FlightGear pode ser baixado gratuitamente a partir de muitos locais, incluindo o site FlightGear, mas também podem ser comprado em um CD. Apesar de oferecer esse serviço (consulte o site), nós encorajamos outros grupos para redistribuí-lo para seus usuários, especialmente dentro de uma distribuição do sistema operacional que torna a instalação ainda mais rápida e mais fácil para os novos usuários.

Ocasionalmente você pode ver FlightGear para venda em sites de leilões ou sites comerciais sob outro nome. Isso pode ser feito de forma legítima, desde que os termos da licença sejam respeitados e pode valer a pena o custo, se algumas características de valor agregado, tais como cenário adicionais, aeronaves ou suporte pós-venda estejam incluídos. Infelizmente, a maioria dos casos observados até agora parece ser apenas alguém tentando ganhar dinheiro vendendo algo que é gratuito e não fornecer nenhum valor agregado real.

2.11 – Como eu instalo o FlightGear no Ubuntu?

O FlightGear 2.10 está disponível como um pacote GetDeb para o Ubuntu 11.04 em diante. Instale o GetDeb em sua máquina e em seguida instala o Ubuntu FlightGear no site da Playdeb.

2.12 – Por que os aviões no FlightGear.org estão desatualizados?

Os downloads oficiais de novas aeronaves são atualizados apenas no momento de uma nova versão do FlightGear. Isso acontece porque as aeronaves que estão atualmente em desenvolvimento são normalmente desenvolvidas em versões de desenvolvimento ou inéditas do FlightGear. Essas versões de desenvolvimento tem um monte de recursos que não são suportados pela versão (mais) estável. Nós gostaríamos de atualizar os downloads de aeronaves com mais frequência; mas a maioria das aeronaves não funcionará na versão estável do FlightGear.

2.13 – Como eu posso começar a usar o FlightGear?

A última versão do FlightGear pode ser baixado na página Central de Downloads, mas a maioria dos aviões precisa ser baixada separadamente aqui e instalada manualmente. Esteja ciente dos requisitos do sistema! Além disso, confira a página Novo no FlightGear.


3 – Compilando


3.1 – Por que eu não consigo compilar o FlightGear?

Bem, isso depende. Primeiro tenha certeza que você está usando as versões apropriadas do FlightGear, SimGear, plib, zlib. Se quaisquer dos pacotes estiver fora de sincronia com os outros, a compilação pode falhar.

A página de Downloads do FlightGear (http://br.flightgearbr.org/downloads/flightgear/) deve lhe mostrar quais as versões que você precisa se estiver tentando compilar a mais recente liberação estável. Se você estiver usando um instantâneo de desenvolvimento, tenha certeza que todos os três pacotes estão em dia.

Também assegure-se que tenha alguma implementação de OpenGL com suporte total com aos arquivos apropriados. Usuários do Linux com placas da nVidia devem ter certeza que tem o mais recentes drivers da nVidia. Outros usuários do Linux devem ter certeza que tem Mesa3D (http://mesa3d.org/) e o seu servidor X instalados corretamente. Usuários do Windowsvejam
http://www.x-plane.com/SYSREQ/v5ibm.html, e usuários Mac vejam http://www.x-plane.com/SYSREQ/v5mac.html.

Se o se problema persistir, inscreva-se na nossa lista de e-mails FlightGear-Users e nos deixe saber que problema você está tendo. Veja http://flightgear.org/mail.html para ajuda sobre isso.

 


4 – Configurando


4.1 – Como eu instalo novos cenários?

Os arquivos de cenário (ex.: w100n30.tar.gz) podem ser colocados no diretório Scenery/Terrain no seu $FG_ROOT.


4.2 – Como eu configuro meu(s) joystick(s)?

FlightGear deve vir com um programa útil chamado `fgjs` que pode ajudá-lo a configurar seu joystick. Execute `fgjs` e então copie o arquivo criado para o seu diretório pessoal ou adcione seu conteúdo ao seu arquivo rc existente

Também, veja o arquivo LEIAME do joystick localizado no diretório FlightGear/docs-mini/ de sua distribuição. Este documento também está localizado em http://rockfish.net/fg/README.Joystick.


4.3 – Em que formato deveria estar meu arquivo pessoal .fgfsrc?

Seu arquivo .fgfsrc deve ser simplesmente uma lista de opções de linha de comandocom uma opção por linha. Não é um arquivo de XML.

Se você usar no lugar um arquivo de configuração XML, você pode adicionar algo como o seguinte em seu .fgfsrc:

--config=/path/to/my/config.xml

Quase toda opção corresponde a uma propriedade, assim você pode escolher usar método que melhor servir as suas necessidades.


5 – Executando


5.1 – Por que estou tendo um erro “loading libopenal.so.0”?

Na instalação padrão , libopenal.so.0 é instalado dentro de
/usr/local/lib. Você precisa ter certeza que este caminho está listado em /etc/ld.so.conf, quando executar `ldconfig` como root .


5.2 – Por que estou tendo o erro “ssgInit called without a valid OpenGL context”?

Em resumo, suas bibliotecas GL estão quebradas. Até aqui apenas usuários do Red Hat 7.x
passaram por isto (veja
http://www.redhat.com/bugzilla/show_bug.cgi?id=18867).
As únicas soluções são possivelmente complicadas: ou você pode mudar de distribuição (a maioria de nós prefere Debian) ou atualizar/regredir suas bibliotecas Mesa.

Por que outras aplicações GL funcionam bem? Bem, Steve Baker (S0. PLIB) explicou isto na sua lista plib-users
(http://www.geocrawler.com/lists/3/SourceForge/1867/0/6470648/).


5.3 – O que aconteceu ao painel, teclado, etc?

O problema é quase certamente que seu pacote básico está fora de sincronia com o FlightGear. Muitas partes configuráveis do FlightGear estão definidas em arquivos XML contidos no pacote básico.


5.4 – Por que o áudio não funciona corretamente no Irix?

FlightGear (a partir de junho de 2001) usa a “Portable Libraries” (PLIB)
para executar áudio. A fila de implementação de áudio está longe de ser ótima (na realidade há pouca coisa errada). Parece funcionar muito bem em outras plataformas, mas no Irix se espera programar as coisas mais corretamente.

Há uma discussão sobre usar o OpenAL (http://www.openal.org/) para ambas as próximas liberações do PLIB e do FlightGear. Testes mostram que a implemantação de áudio OpenAL faz o trablaho corretamente, significando que estes problemas de áudio deixarão de existir. Assim, o melhor a fazer agora é desabilitar completamente o áudio no Irix (por adicionar –disable-sound
na linha de comando ou no seu arquivo $HOME/.fgfsrc).


5.5 – Por que o FlightGear está tão lento?

FlightGear suporta aceleração por hardware, mas pode ser que ele não esteja ativado.Tenha certeza que você tem as bibliotecas OpenGL instaladas e configuradas corretamente e assegure-se que tenha os últimos drivers para sua placa de vídeo..

Usuários Linux: Se você usa nVidia, siga estas intruções para que sua placa funcione. Para a maioria dos outros usuários, assegure-se que o Mesa está instalado corretamente, e verifique se tem o driver apropriado da sua placa para o kernel. A maioria das pessoas (e distribuições) usa módulos para os seus drivers de video; execute `lsmod` como root para ver quais módulos estão carregados. Você também deve ter certeza que está carregando os módulos apropriados no seu
XF86Config e a seção do seu dispositivo de vídeo está correta. Agora tente executar um aplicativo OpenGL (diferente do FlightGear) para ver como funciona. Você pode tentar a demonstração gears do Mesa ou algo como o Quake3.


5.6 – Por que em minha máquina SGI está tão lento?

First of all, one of the most common mistakes on SGI hardware is to forget to specify –fog-fastest. On most SGI machines the EXP2 shading model isn’t hardware supported resulting in frame rates below 1 frame per second (fps).

FlightGear makes extensive use of the OpenGL z-buffer feature,which on most older SGI hardware is only supported in software. This means that the CPU has to do all the z-buffer calculations in addition to the other tasks FlightGear involves (flight dynamics, scenery tracking, pushing commands into the graphics queue, etc). The following features are software rendered on low-end SGI machines (like Indy and Indigo):

  • stencil and accumulation buffer
  • depth queuing and depth buffering
  • fogging, lighting, clipping and transforms
  • texturing

This means that running FlightGear with the following options may not even get the desired result:

./runfgfs --fog-disable --shading-flat --disable-skyblend \

--disable-textures --disable-clouds --disable-sound \

--disable-panel --enable-hud --disable-anti-alias-hud

I could even imagine that adding –enable-wireframe doesn’t work on these machines (I would be happy to be proven wrong though).

On a machine like O2 the following options give an acceptable result:

./runfgfs --fog-fastest --disable-sound

Since I don’t have access to other SGI hardware I can’t tell which options would be appropriate for your situation.


5.7 – Como eu posso ver a taxa de frames?

Há dois modos. Uma maneira é esconder o painel sem a exibir o HUD. Para esconder o painel, use Shift+P; Para fazer o HUD desaparecer, use H. A segunda maneira é usar o HUD alternativo por meio do Shift+I (Use o I para voltar atrás).


5.8 – Está preso de cabeça para baixo depois da “queda”?

Na sua infinita sabedoria o Grande Mestre do FlightGear decidiu que aviões são valiosos demais para permitir que sejam destruídos por pilotos principiantes que parecem bater muito. O fato de ninguém ter se preocupado em modelar colisões pode ter algo que ver com isto também . : -)

O resultado disto como você notou é que com pouca prática, uma ingenuidade sua pode fazer a nave voar em direção ao chão.

A resposta rápida é teclar Ctrl+U (com as ligações de tecla padrão) pata colocar o avião numa posição acima de 1000 pés.

Para as pessoas teimosas: O truque é aprender a voltar atrás ao normal (não invertido) faça isto cuidando para o elevador adquirir aproximadamente 500 pés ou use os ailerons para estolar 180º. Este são todos os bons aviônicos com exceção que o avião não se destrói. Lembre-se que os controles trabalham ao contrário quando você está invertido e mantenha aquela velocidade aerodinâmica!!!


5.9 – Por que o FlightGear trava na inicialização dizendo “time zone reading failed”?

Isto é causado provavelmente por um problema no fim da linha dos arquivos de zona de tempo. Usuários Win32 podem resolver este problema por baixar um utilitário de conversão do DOS para
UNIX em
http://www.nottingham.ac.uk/~eazdluf/d2u.zip.
Execute como `d2u *.tab` a partir do diretório timezone para corrigir os arquivos de zona de tempo.

5.10 – Não é possível executar o arquivo: bin/Win32/fgrun.exe durante a instalação

No seu sistema está faltando as bibliotecas de tempo de execução MSVC exigidos pelo FlightGear. Baixe e instale o seguinte vcredist_x86.exe:

5.11 – Como faço para alterar as configurações do painel?

Existem duas maneiras. Uma maneira é esconder o painel sem a exibição do HUD. Para ocultar o painel, use Shift + P, e para fazer o HUD desaparecer, use H. A segunda maneira é usar a alternativa HUD com Shift + I (Use I para voltar).

5.12 – Por que minhas capturas de tela ficam pretas?

Certifique-se de que você tem a multissegmentação desabilitada no $FG_ROOT/preferences.xml. Ativar isto atualmente quebra a função de screenshot.


6 – Voando

6.1 – Por que o meu motor não liga?

As aeronaves variam em seu procedimento de partida. Alguns podem ter uma entrada de sequência de auto-ignição no menu ou instruções no menu de ajuda de aeronaves (pressione “?”) e/ou no wiki da aeronave.

6.1.1 – Partida do motor em aeronaves monomotor

6.1.2 – Partida do motor em aeronaves multi-motor

6.2 – Onde eu posso aprender a respeito dos instrumentos de vôo e navegação?

http://www.navfltsm.addr.com/ is a very good site for learning techniques for navigation. Also see http://www.monmouth.com/~jsd/how/.

6.3 – Qual a difererença entre Aileron e Leme (Rudder)?

There is a bit of info on aileron vs. rudder here: http://www.monmouth.com/~jsd/how/.

6.4 – Há suporte para vôos multi-player?

We have an initial stab at this that is incomplete and only seems to work under Linux. We’d love to find someone to pick up the slack here and develop this further. Specifically, plib now has some low level networking support for mult-player games. It would also be nice to develop support for the DIS protocol.

7.4 – Há suporte para algum cenário militar como guerra de caças ou bombardeios?

No, not at this time. Most of our developers are primarily
interested and focused on civilian aviation. We aren’t explicitly
excluding these features — we just haven’t had anyone who seriously
wanted to develop these areas.



6 – Hackeando


6.1 – Em que linguagem o FlightGear é escrito?

Principalmente C++ com algusn suportes ao código C que é contido primariamente com o SimGear.


6.2 – Como eu crio um modelo de dinâmica de vôo para um novo avião?

Para definir um avião para o MDV primário do FlightGear (JSBSIM), veja http://jsbsim.sf.net/.

Se você deseja um MDV mais simples que funcione, tente usar o YASim, um MDV alternativo. Para um guia de como criar um avião YASim, procure no pacote base de FlightGear por Aircraft-yasim/README.yasim.


6.3 – Como eu importo aviões do Microsoft Flight Simulator?

Você pode importar o modelo 3D e texturas, mas a dinâmica de vôo (o arquivo .AIR) deve ser completamente refeita para o FlightGear.

Se você deseja importar um modelo feito com o gmax, você precisará convertê-lo ao formato .MDL usando o MakeMDL SDK da Microsoft que está disponível em http://zone.msn.com/flightsim/FS02DevDeskSDK08.asp.


6.4 – Com eu importo cenários BGL do Microsoft Flight Simulator?

Veja http://chiangt.virtualave.net/BGL/bgl_index.html.


6.5 – Como eu crio ou modifico um painel?

Veja o arquivo README.xmlpanel localizado no diretório FlightGear/docs-mini/ na sua distriubuição. Este documento está disponível em http://rockfish.net/fg/README.xmlpanel.


6.6 – Como eu coloco objetos, tais como contruções, dentro do FlightGear?

First, ensure that you have v0.7.7 or later, the scenery files where you plan to place the object, the actual model, and the longitude and latitude where you plan to place the object. Now get the altitude for your point. If you don’t want to calculate this yourself, start FlightGear at your location and take note of the altitude. Here’s an example command:

fgfs --lat=45.50 --lon=-75.73 2>&1 | tee fgfs.log

The altitude is probably in feet, so divide the starting altitude by 3.28.

Search the output log file for the first occurrence of the string “Loading tile” and take note of the filename. In the above example, the output line looks like:

Loading tile /usr/local/Scenery/w080n40/w076n45/1712601

Copy a 3D model in a format that Plib understands to the same directory as the tile file. Edit the text file in that directory consisting of the tile name with the extension “.stg”. The file will already exist if there is an airport on the tile; otherwise, you can create it from scratch. In our example, the filename is: /usr/local/Scenery/w080n40/w076n45/1712601.stg

At the end of the file, add a new entry for your object, consisting of the word “OBJECT_STATIC” followed by the model name, the longitude in degrees, the latitude in degrees, the altitude in
meters, and the heading in degrees. In our example the line looks like:

OBJECT_STATIC Towerax.ac -75.73 45.40 60 0

Save the changes to the .stg file, restart FlightGear, and enjoy.

NOTE: The above information was taken from the following mailing list post: http://www.geocrawler.com/archives/3/11854/2001/6/0/5991409/. See that page if this one doesn’t make sense.

An alternative approach using PPE is described at http://mail.flightgear.org/pipermail/flightgear-devel/2001-December/002239.html by Norman Vine.


6.7 – Como eu posso aprender programação 3D e como eu posso estar envolvido?

Contributing to the 2D panel doesn’t require any coding at all, just a minimal knowledge of XML syntax (i.e. five minutes’ worth) and good skills with drawing and/or paint programs. Every  instrument on the current panel, with the partial exception of the magnetic compass, is defined entirely in XML with no custom C++ code. If you want to get started, take a look at John Check’s excellent intro (http://rockfish.net/fg/README.xmlpanel).

Likewise, if you want to create a 3D cockpit for FlightGear, or to create buildings, external aircraft models, etc., your help is *desperately* needed. The only rule is to go easy on the triangles — a model with 50,000 triangles probably won’t be usable in FlightGear, and one with 5,000 triangles, only marginally. If you can design a nice 3D cockpit interior for a Cessna 172 (for example)
in a 3D design program such as ac3D or ppe, we have coders who will be happy to add the support code in the C++. If, on the other hand, you really want to get your hands dirty with C++ coding, you’ll have to buy a good OpenGL book eventually. However, FlightGear uses a high-level library, plib, that hides most of the details of OpenGL. To get started with 3D C++ coding, you can take a look at the plib documentation and learn only as much OpenGL as you need, when you need it.


6.8 – Como eu adiciono um aeroporto?

You can add your airport to the $FGROOT/Airports/default.apt.gz file, but to get the airport to show up visually, you will have to rebuild the scenery around the airport. The format of the default.apt file is documented at http://flightgear.org/Docs/AirNav/AptNavFAQ.FlightGear.html.


6.9 – Como eu gero meu próprio cenário?

Yes, though it can be a difficult task. FlightGear’s scenery generation is handled by a sister project, TerraGear. For more details, see http://terragear.org/.

3 respostas para “Perguntas Mais Frequentes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *